PCC na liderança da torcida organizada Mancha Alviverde

Após investigação as autoridades concluíram que o ex-presidente da torcida organizada do Palmeira, Mancha Alviverde, foi morto a mando de Marcelo Ventola, um dos lideres da facção criminosa PCC. O primeiro impacto dessa conclusão me levou a questionar como isso é possível? Como a Mancha Alviverde pode permitir que integrantes do PCC façam parte dos seus membros?

Depois desta primeira impressão, caí na realidade e percebi que isso nada mais é do que uma evolução inevitável das torcidas organizadas no Brasil, para quem não lembra em 2014 um caminhão carregado de maconha foi apreendido no barracão da Gaviões da Fiel, só para ilustrar como essa evolução caminha a passos largos.

O que está acontecendo nada mais é do que uma fusão entre duas entidades que têm em seu “contrato social” a mesma área de atuação, ou seja, a violência!

Até quando as autoridades vão fingir que estão agindo para acabar com a violência nos estádios?
O combate à violência nos estádios passa pela punição severa e exemplar dos times, e se for o caso o banimento destes times do cenário do esporte, afinal, sem estes times não haverão estes pseudo torcedores.

Sobre Reuber Silva
Bacharel em Sistemas de Informação - FACIPLAC - DF; Professor; Sommelier; Palestrante na área de TI e Enogastronomia; Comentarista de Política, economia e atualidades Grupo Atitude;

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*