The JANOTlist

Você conhece a série The Blacklist? Ela está na Netflix e passa também na Globo.

Em The Blacklist, Raymond Reddington, um criminoso procurado pelo FBI, decide se entregar as autoridades e  entrega uma lista de criminosos  e o mundo do crime sofre um tremendo revés.

Opa! isso nos lembra de algo. No Brasil está rolando uma lista que está deixando algumas autoridades com dor de cabeça. Assim como essa lista incomoda os criminosas na série, pois não querem ser presos, aqui no Brasil não é diferente.

Podemos comparar Reddington com a Odebrecht e o Procurador Geral da Republica Rodrigo Janot representado a autoridade a quem é entregue a lista dos criminosos. Reddington entrega criminosos perigosos, e a Odebrecht também entregou alguns criminosos que são muito perigosos para o Brasil, que se escondem com a ajuda da legislação brasileira, e que os mantém fora das grades. Governadores, ministros, senadores, deputados, presidentes e ex-presidentes, entre outros que roubaram e explodiram o país com a corrupção. Podemos até mesmo chamá-los de terroristas, mas não aqueles do ISIS, esses, explodem bombas de dinheiro público.

Mas para não perderem votos nas próximas eleições, alguns políticos se sentem como estudantes a espera do resultado do vestibular ou de um concurso público para ver se seu nome está na lista dos aprovados, porém, já no caso do político a expectativa e euforia é para saber se seu nome está na The Janotlist.

E quando damos o título de criminosos aos nossos políticos, não estamos exagerando, pois quem pratica corrupção, é nada mais que um criminoso, pois está roubando, tirando a oportunidade de um doente receber tratamento, condenando-o diversas vezes à morte, a corrupção rouba de nossas crianças a oportunidade de ter acesso a educação digna é de qualidade, direcionando esse jovem ao desemprego e também à marginalização, na verdade esses bandidos travestidos de políticos são até piores que os criminosos da série, por que roubam na vida real! Lugar de criminoso é na cadeia!

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*